Menu

vivendodebemcomavida.com.br

Saiba mais informações sobre como prevenir e tratar as aftas

As aftas são pequenas feridas, geralmente bastante dolorosas, que surgem na região interna da boca. Para curar essas feridas, o organismo envia um apanhado de células de defesa migram até o local, o que por sua vez, acaba causando uma reação inflamatória, gerando assim dor e inchaços.

Mais comuns na região interna das bochechas e na língua, as aftas tem como principal característica a sua cobertura úmida e coloração branca. Contudo, existem dois tipos de aftas: a afta minor, que ocorre em cerca de 90% dos casos, a qual é bem pequena, tendo de 2 a 8 milímetros, e costuma durar no máximo duas semanas; e também a afta major, a qual tem até 1 centímetro e pode levar um período de até dois meses para ser curada,

Até o momento, os médicos ainda não chegaram a uma conclusão definitiva sobre a origem das aftas, não existindo também uma razão pela qual algumas pessoas desenvolvem aftas com grande frequência enquanto em outras essa condição raramente aparece. Fatores como a imunidade e a acidez da boca podem ter alguma influência no aparecimento.

Em relação a prevenção das aftas, é impossível eliminar completamente a ocorrência delas, mas os médicos acreditam que as chances das aftas aparecerem diminuem com medidas como a adoção de uma alimentação balanceada e a manutenção de uma higiene bucal adequada. Alguns especialistas também indicam o consumo de alimentos que sejam fontes ricas de vitaminas B e ferro, como por exemplo, verduras de tonalidade verde escura.

Já em termos de tratamento, as aftas costumam sumir sozinhas após um período de até duas semanas em média. Porém, em caso de grande desconforto, é possível procurar o auxílio de um especialista para a prescrição de alguma pomada analgésica e anti-inflamatória. Um tratamento mais natural indicado pelos médicos é também a realização de bochechos com própolis.

Por outro lado, ao contrário do que muitas pessoas acreditam,  o bicarbonato de sódio é ineficaz no tratamento das aftas,  podendo inclusive piorar a ferida e levar a um quadro de queimadura no local.

Nos casos mais agressivos de aftas major, por sua vez, os especialistas podem sugerir o tratamento feito com a aplicação de raios laser de baixa potência no local da ferida, com o intuito de acelerar o processo de recuperação e cicatrização.