Menu

vivendodebemcomavida.com.br

SAÚDE: COMO CHEGAR AOS 100 ANOS NO SÉCULO 21

Parece impossível, não é? Só que não! Segundo as estatísticas, a expectativa de vida mundial atualmente está em torno dos 85 anos. E complementando o significado da palavra saúde, não basta apenas cuidar do corpo, é primordial cuidarmos da mente. Exercitar o cérebro! E como fazemos isso? No último parágrafo deixarei algumas dicas.

Já sabemos dá importância da boa alimentação no nosso dia-a-dia. Ingerir semanalmente frutas, legumes, verduras e tantos outros alimentos que a natureza nos oferece, é fundamental para uma saúde vital. Uma boa dieta alimentar que inclua carnes magras e principalmente peixes, contribui para o bom funcionamento de todo o seu organismo, principalmente os intestinos que: pasmem! Estão diretamente ligados ao cérebro. Contudo, sem equilíbrio na qualidade e quantidade dos alimentos, de nada adianta sua ingestão.

Também não é novidade que toda boa alimentação precisa ser acompanhada de exercícios físicos. Sim! Não existem milagres meus amigos. Independente de querer emagrecer ou não; é primordial para sua saúde a atividade física. E não precisa gastar dinheiro em academias. Uma caminhada de 30 minutos, pelo menos duas vezes na semana, já ajuda. Caminhada como lazer, com uma música no ouvido, para quem gosta. Ir ao supermercado, na mercearia não conta. Para fazer efeito tem que ser sem pressa, com alegria, com prazer, mesmo que no início pareça chato. Com o tempo você vai adorar. O corpo vai sentir e responderá lhe dando mais vigor físico. Água! Outra fonte inesgotável de saúde. Beber bastante água diariamente, em torno de 2 litros. Se não conseguir, insista aos poucos. Todo o seu corpo, inclusive o cérebro agradecerá.

A OMS (Organização Mundial da Saúde), já atualizou seu conceito em saúde e deixou algumas informações para nosso conhecimento. Vale a pena clicar no link e conferir esses conceitos.

Para finalizar e conforme prometido, segue algumas dicas para exercitar o seu cérebro.

– Pensamentos positivos sempre;

– Mente limpa aumenta a capacidade do seu raciocínio;

– Joguinhos de raciocínio lógico;

– Caça-palavras: excelente combustível para a mente;

– Muita leitura. Leia o que você gosta;

Agora é só embarcar e rumo aos cem anos!

Beber água regularmente: descubra os benefícios dessa bebida para a saúde.

A água possui uma enorme quantidade de nutrientes importantes para a saúde, é um forte elemento para o bom funcionamento do corpo humano. As pessoas precisam ingerir água regularmente, médicos indicam a ingestão de pelo menos 2 litros por dia. Pois ela combate a desidratação, remove toxinas e resíduos do corpo, males que prejudicam a saúde.

A água elimina as impurezas do organismo e melhora a circulação sanguínea. Com isso a pele fica mais bonita. Quando o corpo esta bem hidratado, as rugas se tornam menos aparentes, a celulite diminui e o equilíbrio celular melhora. O consumo da água também tem grandes benefícios nos cabelos e nas unhas. Os fios ficam mais brilhosos, macios e hidratados. As unhas mais fortes e saudáveis.

O órgão do corpo que mais se beneficia com o consumo regulado da água são os rins, ela é essencial para o bom funcionamento desse órgão. Além de evitar vários tipos de doenças, também ajuda a desinchar o corpo, tornando-se uma grande aliada para quem quer emagrecer.

Beber água antes das principais refeições aumenta a sensação de saciedade, fazendo, assim, com que a pessoa coma menos. Aliada a exercícios físicos e uma alimentação saudável a água tem grandes benefícios para o bom funcionamento do intestino, tudo isso auxilia no emagrecimento.

Outro importante beneficio da água para o corpo humano é bebe-la antes de dormir, esse habito evita doenças cardiovasculares, além de ajudar a relaxar, fazendo com que os hormônios, os níveis de energia, os músculos e as articulações fiquem equilibrados.

O dia-a-dia das pessoas é tão corrido que as vezes esquecem de tomar algo tão importante para a saúde do corpo, como a água. Sendo que ela só traz benefícios. Quem não tem esse habito precisa adquiri-lo, pois a vida melhora quando o corpo esta funcionando bem, e para isso a água é importantíssima.

Estado de São Paulo realizará mapeamento para apurar motivos de baixa em taxas de vacinação

Na contramão da tendência mundial, o Brasil passou a apresentar queda no número de pessoas vacinadas, apontam dados estatísticos. A diminuição na taxa de cobertura vacinal passou a ser percebida de modo acentuado a partir do ano de 2016. Com base nos riscos que esse cenário pode ocasionar para a população, autoridades de saúde do Estado de São Paulo anunciaram que irão realizar um levantamento para conhecer as causas desse acontecimento.

Conforme matéria realizada pela versão digital do Estadão, a diretora técnica do setor de Imunização da Secretaria Estadual de Saúde, Helena Sato, explicou que as metas de vacinação em São Paulo eram batidas com satisfação até 2016. A partir de então, verificou-se uma tendência de queda dos percentuais alcançados. Ela esclarece que a diminuição da cobertura vacinal, contudo, não foi drástica, uma vez que antes o índice alcançado era de 95% e o atual é de 70%.

Apesar da leve diminuição nesses índices, Sato destacou que medidas serão tomadas a fim de que os antigos e satisfatórios índices voltem a ocorrer. Segundo ela, uma equipe já foi formada para que desenvolva uma pesquisa que investigará as causas dessa diminuição na procura pelas vacinas essenciais.

Embora as medidas adotadas sejam voltadas ao Estado de São Paulo, há também uma preocupação por parte de autoridades federais com a situação em questão. Assim sendo, em 26 de julho de 2018, representantes de algumas associações, como a Sociedade Brasileira de Imunizações, por exemplo, deram início a um manifesto com o intuito de promover incentivo à população no que diz respeito à importância da vacinação adequada.

O principal intuito das organizações que estão se manifestando é o de se impedir que algumas doenças há tempos erradicadas do país voltem a fazer vítimas em todo o território brasileiro. Conforme informações presentes na reportagem mencionada, a situação vacinal no Brasil é bastante irregular em algumas regiões. Isso justifica a preocupação das autoridades de saúde no tocante à entrada de vírus considerados sob controle até o momento.

A maior preocupação, contudo, ocorre em relação à situação de algumas crianças, já que estas são mais vulneráveis e, ao que indicam as estatísticas, não têm recebido todas as doses conforme estabelecido no calendário oficial de vacinação.

 

Saiba mais:

https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,sp-vai-fazer-levantamento-para-analisar-motivos-de-queda-de-cobertura-vacinal-no-estado,70002416569

Como fazer limpeza de pele em casa?

Com o dia-a-dia corrido, ter uma pele saudável, iluminada e bonita não é fácil. Mas mesmo com as adversidades, é imprescindível ter alguns cuidados diários, que não tomam muito do seu tempo, mas que fazem uma diferença perceptível. Por isso, vamos te ensinar algumas dica básicas, fáceis e rápidas para manter sua pele saudável.

O essencial para ter uma pele saudável, é beber água, para auxiliar na limpeza de impurezas em todo o corpo. Isso já auxilia na limpeza da pele, mas não descarta a limpeza em si. Em primeiro lugar, lave seu rosto pela manhã com sabonete neutro ou suave, depois disso, aplique um tônico ou um hidratante, o que já auxiliará na fixação da maquiagem e na ação de um possível protetor solar. A utilização destes produtos, auxilia na proteção da pele, evita o ressecamento e o envelhecimento precoce da pele.

A noite repita o ritual de lavar o rosto, e utilizar um demaquilante para a face e para o pescoço. Depois disso, utilize apenas um hidratante, para deixar a pele o mais livre possível de produtos para respirar durante a noite.

Além destes cuidados diários, existem algumas técnicas e tratamentos caseiros para manter uma pele saudável sem gastar muito dinheiro, como, por exemplo, realizar uma limpeza profunda caseira, que pode ser feita de duas a três vezes por semana. Apostar em produtos como gel de limpeza, cremes de hidratação, esfoliantes, máscaras faciais e tônicos são essenciais.

Técnicas caseiras também são eficazes, como utilizar o vapor quente da água para abrir os poros e facilitar a limpeza de pele, e fazer máscaras caseiras, com ingredientes como açúcar (para esfoliações); bepantol; abacate; bananas; azeite de oliva e outros produtos, que podem auxiliar em tratamentos de pele e consequentemente, na saúde da sua cútis.

E para ter uma pele ainda melhor, evite o excesso de produtos; prefira alimentos saudáveis; beba muita água; não durma com maquiagem; evite o cigarro e bebidas alcoólicas e evite a exposição solar sem proteção a qualquer hora do dia.

Quais os benefícios do palmito?

O palmito é um dos alimentos mais consumidos no país, já que é versátil e pode ser utilizado de inúmeras maneiras (in natura; grelhado; em saladas e assado). A iguaria é fonte de substâncias benéficas para o corpo, além de prevenir inúmeras doenças. O palmito posssui uma baixa poucas calorias; um baixo teor de gordura; vitaminas A,C, do complexo B, minerais e zinco. Além de contribuir com o fortalecimento do sistema imune, o consumo regular de palmito auxilia no fortalecimento dos músculos. Em especial, o zinco presente no palmito melhora a síntese de proteínas do organismo e a saúde corporal de uma maneira geral; nutre os corpos e os torna mais saudáveis. O palmito também auxilia no controle da pressão arterial, por conta da alta quantidade de potássio que possui, normalizando os níveis da pressão, evitando os picos e as quedas. A ingestão regular do palmito ainda contribui com o controle dos batimentos cardíacos e melhora a saúde do coração. Além de todos os benéficios listados, o palmito melhora o trânsito intestinal, graças às fibras alimentares contidas no alimento, fazendo com que o mesmo funcione da maneira correta e diminuindo as prisões de ventre, qu3 acarreta na constipação e nos desconfortos intestinais. O palmito favorece o sono, em consequência do complexo B, que melhora a qualidade do sono, o que consequentemente, garante um descanso melhor e evita a oscilação de humor. E por fim, possui um outro benefício para quem está E por fim, possui um outro benefício para quem está fazendo dieta ou algo do tipo. O palmito proporciona saciedade, graças às fibras alimentares que quando consumidas, saceiam durante as refeições certas e evitam a vontade de comer fora do horário, além de contribuir com o emagrecimento saudável, dando saciedade e favorecendo a perda de peso. Além disso, possui pouquíssimas calorias, logo, não prejudica a dieta. É necessário salientar que nenhum alimento em excesso é benéfico e que para qualquer dieta ou mudança dramática na alimentação, é aconselhável a procura e o acompanhamento de um nutricionista.

Dormir de barriga para cima pode prejudicar o bebê durante a gestação

De acordo com um estudo feito na Inglaterra e publicado pela revista especializada British Journal of Obstetrics & Gynaecology, a qual envolveu mais de mil mulheres grávidas, o hábito de dormir de barriga para cima pode dobrar os riscos de morte do bebê antes do nascimento.

 

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores estudaram os hábitos de sono e o parto de quase 300 mulheres que perderam os seus bebês após a 28ª semana de gestação, e de outras mais de 700 mulheres cujos bebês nasceram com saúde. A partir dessa premissa, foi constatado que aquelas que preferiam dormir com a barriga para cima estavam mais suscetíveis a perderem seus bebês.

 

Ao longo da pesquisa, os especialistas estimaram que cerca de 3,7% do total de bebês que não resistem a gestação pode estar relacionado a essa posição, a qual ficaria ainda mais prejudicial no último trimestre. Apesar dos pesquisadores admitirem que novos estudos precisam ser feitos para comprovar essas suspeitas, tudo indica que o causador desse problema é a circulação sanguínea, que acaba sendo comprometida pelas grávidas que dormem nessa posição.

 

Indo de encontro a esse estudo, uma pesquisa feita recentemente por especialistas da Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, contatou que quando as mães estão de barriga para cima, os bebês costumar ficar mais quietos. Vale ressaltar que o movimento do feto é um dos indícios mais importantes da saúde do bebê.

 

Essa situação pode se agravar ainda mais para as grávidas  com hipertensão ao longo da gravidez.  Para elas, os médicos já indicam que o mais recomendável é dormir virada para o lado esquerdo, pois isso ajuda a descomprimir a veia cava, melhorando o retorno venoso e, consequentemente a circulação como um todo.

 

Mas mesmo para as grávidas que não sofrem com essa condição, a posição virada para a esquerda também é a mais indicada para que o sangue chegue em boa quantidade à placenta. Segundo os estudos, deitar para a direita não é capaz de trazer esses mesmos benefícios.

 

Para conseguir dormir nessa posição, o ideal para as grávidas é utilizar travesseiros entre os ombros e as pernas. Porém, os especialista ressaltam que não é necessário se preocupar caso se acorde de barriga para cima. Nessas situações, basta se virar para a esquerda e voltar a dormir.

Prescrição médica pede que paciente diminua o uso do celular

Uma prescrição médica feita pelo médico de Piauí, Francisco de Castro, viralizou na internet. O médico que já atua na profissão há 39 anos, disse que nunca havia recomendado por escrito que um paciente devesse reduzir o uso do celular, mas que já havia feito a recomendação em uma forma de conversa.

Contudo, pela primeira vez, o médico recomendou na prescrição médica que uma paciente de 10 anos de idade, reduzisse o uso do celular. Segundo o médico, o uso excessivo do aparelho fez com que a garota, que mora em São Raimundo Nonato, no Piauí, desenvolvesse uma anemia. A má alimentação é um dos problemas causados pelo uso excessivo de smartphones, que é visto mais comumente nos jovens.

O médico ainda esclareceu sobre o caso alegando que o vício nos celulares está adoecendo a população jovem, o que prejudica a sociedade. Segundo o médico, a mãe da garota chegou até o consultório alegando que a garota não se alimentava direito, não dormia, tudo porque passava muito tempo no celular, por isso, Francisco de Castro revelou que prescreveu pela primeira vez a redução do uso do aparelho.

A profissional autônoma e mãe da garota diagnosticada com anemia, Fernanda Silveira, contou ao médico que a filha Sofia Soares estava sentindo fraqueza, tonturas e enjoo há pelo menos duas semanas. Após alguns exames, o diagnóstico de anemia foi confirmado pelo médico.

Fernanda disse que a filha carregava o celular para onde ia, tornando o seu uso contínuo o dia todo. Segundo conta a Fernanda, a filha Sofia deixou de comer por causa do aparelho, momento em que ela decidiu pegar o celular da filha e guardá-lo.

Segundo a mãe da Sofia, a receita prescrita pelo médico apresentou resultados positivos em apenas dois dias em que o celular foi proibido pela mãe. Fernanda disse que a filha passou a se alimentar melhor e sentiu uma melhora nos sintomas da anemia.

A prescrição médica foi publicada por Fernanda em seu perfil no Facebook, e foi aprovada por mais de 150 pessoas que compartilharam a imagem na rede social. O caso foi avaliado como uma atitude positiva em relação ao médico, pois esse tipo de comportamente já é considerado um transtorno mental pela OMS – Organização Mundial da Saúde.

Em resposta a repercussão, o médico esclareceu que nunca pensou que a prescrição seria tão bem vista pela sociedade. Segundo ele, essa recomendação, assim como outras, é feita por ele constantemente. Francisco disse que em suas consultas sempre enfatiza o fato das pessoas deixarem de fumar, consumir menos álcool ou reduzir o uso dos celulares.

OMS passou a considerar vício em games como distúrbio mental

Segundo uma nova publicação da OMS – Organização Mundial da Saúde, o vício em jogar videogame foi considerado pela organização como um distúrbio mental. Essa é a primeira vez em que a organização se posiciona de tal forma.

A publicação da OMS diz que a condição intitulada de “distúrbio de games”, será incluída na 11ª CID – Classificação Internacional de Doenças. A descrição do problema estabelecido pela OMS diz que o distúrbio é caracterizado por comportamento frequente que persiste no vício em jogar jogos de videogame. Segundo a descrição do documento, o vício se torna tão grave que pode levar o indivíduo “a preferir os jogos a qualquer outro interesse na vida”.

A OMS não é a primeira a identificar o problema como uma condição grave para saúde pública. Outros países já haviam incluído a condição como um importante caso a ser tratado pela saúde pública, como é o caso do Reino Unido, que já possui clínicas com autorização para o tratamento do distúrbio de games.

A nova versão da CID será publicada ainda neste ano, sendo a primeira atualização do documento desde o ano de 1992. Essa atualização contará com códigos para identificar as doenças, sintomas e sinais da manifestação de cada distúrbio. O documento auxiliará profissionais da saúde e pesquisadores no diagnóstico e rastreamento do distúrbio por todo o mundo.

O novo documento da CID contará com sugestões de comportamento típicos que possam caracterizar quem é viciado em games. Segundo a OMS, esses comportamentos deverão ser observados por mais de 12 meses antes do diagnóstico ser concluído. Contudo, a nova CID ainda terá classificações de riscos onde os sintomas mais graves poderão diagnosticar a doença mais rapidamente.

A OMS informou que os sintomas mais característicos do distúrbio de games são: ter mais interesse em jogar videogame do que realizar outras atividades; não ter controle da intensidade, frequência e duração de tempo gasto com videogame; aumentar a frequência do tempo gasto com videogame ainda que esse hábito tenha apresentado consequências negativas.

O especialista em vícios desse tipo que atua no Hospital Nightingale localizado em Londres, Richard Graham, disse que a decisão da OMS terá grandes benefícios. “É muito significativo, porque cria a oportunidade de termos serviços mais especializados. Esse reconhecimento coloca o distúrbio no mapa como algo a ser levado a sério”, disse Graham.

 

Saiba mais informações sobre como prevenir e tratar as aftas

As aftas são pequenas feridas, geralmente bastante dolorosas, que surgem na região interna da boca. Para curar essas feridas, o organismo envia um apanhado de células de defesa migram até o local, o que por sua vez, acaba causando uma reação inflamatória, gerando assim dor e inchaços.

Mais comuns na região interna das bochechas e na língua, as aftas tem como principal característica a sua cobertura úmida e coloração branca. Contudo, existem dois tipos de aftas: a afta minor, que ocorre em cerca de 90% dos casos, a qual é bem pequena, tendo de 2 a 8 milímetros, e costuma durar no máximo duas semanas; e também a afta major, a qual tem até 1 centímetro e pode levar um período de até dois meses para ser curada,

Até o momento, os médicos ainda não chegaram a uma conclusão definitiva sobre a origem das aftas, não existindo também uma razão pela qual algumas pessoas desenvolvem aftas com grande frequência enquanto em outras essa condição raramente aparece. Fatores como a imunidade e a acidez da boca podem ter alguma influência no aparecimento.

Em relação a prevenção das aftas, é impossível eliminar completamente a ocorrência delas, mas os médicos acreditam que as chances das aftas aparecerem diminuem com medidas como a adoção de uma alimentação balanceada e a manutenção de uma higiene bucal adequada. Alguns especialistas também indicam o consumo de alimentos que sejam fontes ricas de vitaminas B e ferro, como por exemplo, verduras de tonalidade verde escura.

Já em termos de tratamento, as aftas costumam sumir sozinhas após um período de até duas semanas em média. Porém, em caso de grande desconforto, é possível procurar o auxílio de um especialista para a prescrição de alguma pomada analgésica e anti-inflamatória. Um tratamento mais natural indicado pelos médicos é também a realização de bochechos com própolis.

Por outro lado, ao contrário do que muitas pessoas acreditam,  o bicarbonato de sódio é ineficaz no tratamento das aftas,  podendo inclusive piorar a ferida e levar a um quadro de queimadura no local.

Nos casos mais agressivos de aftas major, por sua vez, os especialistas podem sugerir o tratamento feito com a aplicação de raios laser de baixa potência no local da ferida, com o intuito de acelerar o processo de recuperação e cicatrização.

 

Distúrbios do sono afetam homens e mulheres de formas diferentes

De acordo com um estudo recente feito pela Universidade de Queensland, os distúrbios de sono afetam os sexos de maneiras bem distintas. Em relação as mulheres, a análise avaliou mais de 700 pacientes, e constatou que elas demonstram sintomas mais graves de insônia e sonolência ao longo do dia.

Um dos pesquisadores desse estudo, John Malouf, destacou que as mulheres são mais afetadas pela falta de sono. Como consequência, o cansaço originado pelos distúrbios causam uma dificuldade muito maior de concentração e até mesmo problemas na capacidade de memorização, entre outros problemas.

Nos homens, um dos tópicos analisados foi o ronco masculino, o qual é um problema sério para muitos casais. Entre as principais causas do ronco, está a apneia obstrutiva do sono, uma condição que pode estar relacionada a riscos maiores do paciente ter um infarto e outras doenças cardiovasculares.

Mesmo com o fato dos pacientes analisados terem idades similares, os sintomas distintos que foram percebidos entre os sexos surpreenderam os pesquisadores. Segundo uma das líderes do estudo, Allegra Boccabella, essa constatação é muito importante para demonstrar aos médicos que é preciso tratar os pacientes com distúrbios de sono de forma diferenciada, entre homens e mulheres.

Entre as razões fisiológicas conhecidas nos dias de hoje pelos médicos para explicar essas diferenças, está o fato dos homens possuírem um estreitamento natural da via aérea superior, o que aumenta a propensão do desenvolvimento do ronco.

No caso das mulheres, as diferenças tem como fonte o ciclo menstrual. De acordo com os especialistas, as alterações hormonais causadas longo do mês pela menstruação pode resultar em diversas perturbações. Com isso, as mulheres apresentam mais dificuldade para dormir e manter o sono, além de lidar com a interrupção precoce do mesmo.

A consulta com um especialista é altamente recomendável para o tratamento dessas condições, contudo, existem também medidas simples que podem melhorar o descanso dos pacientes. Entre elas, é fundamental ir dormir e acordar sempre no mesmo horário, pois o organismo não se adapta facilmente às oscilações de tempo. Além disso, também é  importante evitar o café e outras bebidas energéticas depois das 18:00.